melhorar a produtividade

Como melhorar a produtividade com o jejum de dopamina, nova onda no Vale do Silício

Já ouvimos falar da dieta para emagrecer, da dieta para ser feliz (cuidar da mente e da parte espiritual e emocional), mas acho que nunca você ouviu falar do jejum da Dopamina que serve para melhorar a produtividade, não?

James Sinka, um jovem de 24 anos já o faz e diz ter resultados ótimos que não é qualquer jejum que traz.

Mas, afinal de contas, o que é esse jejum de dopamina? Nesse artigo, vamos falar da nova onda que promete melhorar a produtividade e o foco.

Conheça os Planos de Celular da TIM agora mesmo: MaisTim.com.br

melhorar a produtividade

O que é Dopamina e como ela interfere na melhora da produtividade?

Toda vez que comemos um delicioso hambúrguer ou jogamos videogame, ou até rolamos a tela do nosso celular para ver mais postagens do Instagram, nosso cérebro recebe uma quantidade impressionante de um hormônio chamado de “dopamina”

Este hormônio é responsável pela sensação de satisfação e traz euforia nos fazendo sentir felizes e contentes.

Por este motivo, temos a vontade de permanecer mais tempo no Youtube vendo vídeos divertidos ou passar horas no Facebook, ou Whatsapp falando com os amigos.

Ou seja, o cérebro começa a não querer mais sair dessas atividades prazerosas desde que recebe a primeira dose de dopamina, pois você começa a gostar muito dessas sensações de prazer e assim você começa a se viciar em redes sociais e TV.

Isso acaba por prejudicar sua interação com o mundo real: você deixa de conversar pessoalmente com amigos e familiares e, até, em casos mais graves, deixa de fazer atividades básicas como higiene, alimentação e tarefas domésticas.

Não é a toa que os especialistas recomendam que você dê uma pausa ao seu cérebro fazendo o jejum de dopamina pelo menos uma vez a cada três meses para que você volte ao seu normal, saia do vício e tenha uma vida mais plena e feliz.

Pois, o vício com celular e televisão fazem impede de você melhorar a produtividade e te deixam mais ocioso e, até, às vezes, mais depressivo e ansioso.

E então, como funciona o jejum da dopamina para melhorar a produtividade?

melhorar a produtividade

O jejum de dopamina funciona assim: para que você comece a melhorar sua produtividade, você deve ficar longe de celulares, notebooks, pcs e TV durante 24 horas. 

Abaixo deixamos as regrinhas do jejum de dopamina:

  • Fique longe de tudo que seja eletrônico e te leve a redes sociais ou outras distrações viciantes: videogames, televisões, celulares ou qualquer outro dispositivo devem ser desligados por um dia;
  • Você pode deixar o celular ligado apenas para emergência: deixe seu celular ligado para usá-lo apenas em casos de emergências como acidentes, saúde etc;
  • Se for deixar o aparelho celular ligado, desative as notificações de todas as redes sociais para maior segurança;
  • Não leia livros e revistas que não seja de assunto sério ou educativos;
  • Sem internet: viva o aqui e o agora livre da internet;
  • Não ouça música: concentre-se em seus pensamentos e deixe de lado aquelas músicas divertidas que só matam o seu tempo;
  • Seu corpo também merece atenção: acorde cedo, tome um banho rápido e seu café favorito, faça meditação, converse um pouco com você (em pensamento), reflita, faça yoga, faça exercícios, faça caminhadas, respire ar fresco, cuide-se!

No mesmo dia em que você começar sua dieta pela primeira, sentirá uma diferença enorme: terá tempo para pensar em si e em seus problemas para resolver e seu raciocínio ficará mais rápido para procurar as soluções do que precisa.

Há pessoas que comentam que, após ficarem 24 horas longe de tudo o que as viciam em termos de eletrônicos, começaram a se sentir mais satisfeitas consigo mesma, a melhorar a produtividade. 

Estas pessoas começaram a buscar soluções para problemas que nem sabiam que existiam.

Resultados do jejum de dopamina

O jejum de dopamina ensina a pessoa que o pratica que a vida não é apenas computador, videogame, TV e celular e que isso não faz melhorar a produtividade.

É também muitas tarefas que deixamos de lado por causa do vício que esses eletrônicos nos dão.

Às vezes paramos de nos cuidar por causa desse vício, paramos de olhar para os olhos das outras pessoas, paramos de observar tudo ao nosso redor, visitar parques bonitos e ver o pôr do sol.

Pessoas que fizeram o jejum de dopamina relatam que se sentiram mais calmas e concentradas no dia seguinte e que tomaram a decisão de meditar todos os dias pela sensação de prazer que esta atitude lhes causava.

Elas se sentiam como se estivesse em uma viagem emocional encantadora, ganhando forças, se sentido aptas a fazerem outras atividades que mal exerciam antes, com agilidade e, enfim,  melhorando sua produtividade.

A maioria dessas pessoas acostumam-se tanto com essa vida sem eletrônicos que, no dia seguinte quando tudo está liberado novamente, nem usam tanto quanto usavam antes.

Elas desligam seus telefones e vão curtir suas vidas dando uma volta no parque, refletindo, conversando pessoalmente com outras pessoas , etc.

Pois, para melhorar a produtividade, nada melhor que um bom jejum de dopamina. Experimente você também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *